25.4 C
Belo Horizonte
Sunday, 11 / April / 2021
- Publicidade -

Romeu Zema se reúne com ministro da Saúde para discutir vacina contra a covid-19

Mais Notícias

Viih Tube debocha de Juliete ao dar nome inusitado para partes íntimas

Juliette Freire no BBB21; advogada chama partes íntimas femininas com nome masculino.

Samarco pede recuperação judicial

A decisão também foi divulgada pela Vale em um comunicado ao mercado

Sorteio da mega-sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado

Aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet

Choque com tropas deixa 11 manifestantes mortos em Myanmar

Em Taze, manifestantes enfrentaram militares com armas caseiras

O governador Romeu Zema participou nesta terça-feira (20/10) de reunião, por videoconferência, com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e demais governadores, para discutir o desenvolvimento de vacinas contra a covid-19. A previsão, segundo o ministro, é que a vacinação possa ser iniciada a partir de janeiro de 2021 por meio do Programa Nacional de Imunizações do SUS.

“O Ministério da Saúde garantiu que teremos vacina para os brasileiros a partir de janeiro do ano que vem, o que é um alento para os governadores. Para nós, o que interessa é ter uma vacina eficaz e com agilidade na produção. O estado de Minas já conta com um plano de contingência para garantir a distribuição a todos os mineiros”, afirmou o governador Romeu Zema.

O ministro Eduardo Pazuello afirmou que vai incluir a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com um laboratório chinês no cronograma de vacinação. A ideia é que sejam adquiridas 46 milhões de doses na primeira fase de produção, ainda este ano.

Opções

Segundo o Ministério da Saúde, o governo federal também já fechou acordo para a compra de cerca de 210 milhões de doses de vacinas em 2021. A produção da vacina está sendo feita pela Universidade de Oxford e acompanhada pela Fiocruz.

As vacinas estão em fase final de estudos e comprovação científica de sua eficácia para, posteriormente, serem registradas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além delas, o Ministério da Saúde também apresentou os estudos e acompanhamentos realizados para a criação de outras vacinas a partir de parcerias com institutos de pesquisa, ciência e tecnologia do Brasil com empresas nacionais e internacionais.

Por Agência Minas

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Viih Tube debocha de Juliete ao dar nome inusitado para partes íntimas

Juliette Freire no BBB21; advogada chama partes íntimas femininas com nome masculino.

Samarco pede recuperação judicial

A decisão também foi divulgada pela Vale em um comunicado ao mercado

Sorteio da mega-sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado

Aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet

Choque com tropas deixa 11 manifestantes mortos em Myanmar

Em Taze, manifestantes enfrentaram militares com armas caseiras

Funeral do príncipe Philip deve ocorrer no dia 17

Cerimônia estava planejada; rainha Elizabeth passa por 8 dias de luto