15.4 C
Belo Horizonte
Friday, 16 / April / 2021
- Publicidade -

Brasil tem 19 milhões de famintos e 20 novos bilionários durante a pandemia

Mais Notícias

Viih Tube debocha de Juliete ao dar nome inusitado para partes íntimas

Juliette Freire no BBB21; advogada chama partes íntimas femininas com nome masculino.

Samarco pede recuperação judicial

A decisão também foi divulgada pela Vale em um comunicado ao mercado

Sorteio da mega-sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado

Aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet

Choque com tropas deixa 11 manifestantes mortos em Myanmar

Em Taze, manifestantes enfrentaram militares com armas caseiras

O número de bilionários no Brasil saltou de 45 para 65 pessoas em 2021, crescimento de 44%, de acordo com lista da revista Forbes divulgada ontem (6). Juntos, desde o ano passado, durante a pandemia do novo coronavírus, eles praticamente dobraram o montante acumulado, que atualmente atinge a marca de R$ 1,2 trilhão. Ao mesmo tempo, estudo desenvolvido pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (Rede Penssan) divulgado nesta semana mostra que 19,1 milhões de brasileiros estão passando fome.

Para o diretor técnico do Dieese, Fausto Augusto Junior, são dados “revoltantes”, que escancaram a desigualdade social no país. E apontam para a necessidade de pressionar o Congresso Nacional para implementar a taxação de grandes fortunas. O aumento na arrecadação serviria para financiar políticas sociais e programas de transferência de renda.

“É um exemplo triste. Quando se deixa simplesmente ao sabor do mercado, o que assistimos no Brasil, nos últimos anos, é o crescimento dos super-ricos. Ao mesmo tempo, um aumento muito grande dos muito pobres”, disse Fausto, em entrevista a Glauco Faria, no Jornal Brasil Atual desta quarta-feira (7).

Ele ressaltou ainda o contraste entre o avanço da fortuna dos super-ricos com o auxílio emergencial, que voltou a ser pago nesta terça, com valores entre R$ 150 e R$ 375. “Como é que pode partes importantes da sociedade ampliarem suas riquezas e, em contraponto, dizerem que o Estado não tem recursos para garantir minimamente uma cesta básica para cada brasileiro?”, questionou.

Além disso, Fausto destacou que a maioria dos novos bilionários é oriunda do sistema financeiro ou de grandes conglomerados. Os primeiros praticamente não criam empregos. E os segundos “massacram” as pequenas e médias empresas, por meio da concorrência desleal.

Obstáculo ao desenvolvimento

Por outro lado, já ficou demonstrado, em tempos recentes, que, quando há a aumento na distribuição de renda, o país cresce mais economicamente, ampliando concomitantemente o desenvolvimento social do país. Enquanto, nos Estados Unidos, o presidente Joe Biden anunciou aumento de impostos para bilionários e grandes empresas, por aqui, os super-ricos são isentos de impostos na distribuição de lucros e dividendos.

“É fundamental inverter a pauta. Porque é importante colocar os super-ricos para pagarem mais impostos”, disse Fausto. “É um absurdo, do ponto de vista tributário, num país que precisa enfrentar a desigualdade”, ressaltou.

Em vez disso, a discussão em pauta no Congresso é a chamada “reforma administrativa”, com propostas que pretendem retirar ainda mais recursos destinados aos mais pobres por meio da redução dos serviços públicos e dos direitos sociais. O diretor do Dieese disse, contudo, que não tem expectativas de que o governo Bolsonaro vá pautar medidas de combate à desigualdade. “Mas esse debate precisa chegar à casa do povo. É importante que o Legislativo se pronuncie sobre isso”, afirmou.

Redação: Tiago Pereira

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Viih Tube debocha de Juliete ao dar nome inusitado para partes íntimas

Juliette Freire no BBB21; advogada chama partes íntimas femininas com nome masculino.

Samarco pede recuperação judicial

A decisão também foi divulgada pela Vale em um comunicado ao mercado

Sorteio da mega-sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado

Aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet

Choque com tropas deixa 11 manifestantes mortos em Myanmar

Em Taze, manifestantes enfrentaram militares com armas caseiras

Funeral do príncipe Philip deve ocorrer no dia 17

Cerimônia estava planejada; rainha Elizabeth passa por 8 dias de luto