25.4 C
Belo Horizonte
Sunday, 11 / April / 2021
- Publicidade -

Violência doméstica já pode ser registrada no MG app

Mais Notícias

Viih Tube debocha de Juliete ao dar nome inusitado para partes íntimas

Juliette Freire no BBB21; advogada chama partes íntimas femininas com nome masculino.

Samarco pede recuperação judicial

A decisão também foi divulgada pela Vale em um comunicado ao mercado

Sorteio da mega-sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado

Aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet

Choque com tropas deixa 11 manifestantes mortos em Myanmar

Em Taze, manifestantes enfrentaram militares com armas caseiras

Vítimas de violência doméstica têm, agora, mais um importante canal para registrar ocorrências junto à Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). O serviço de registro de Boletim de Ocorrência (BO) foi disponibilizado no MG app Cidadão, aplicativo oficial do Governo de Minas, administrado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag). O app é gratuito e está disponível para Android e iOS, com mais 70 serviços públicos para a população

A delegada-chefe do Departamento de Investigação, Orientação e Proteção à Família (Defam) da PCMG, Carolina Bechelany, destaca que o registro ao alcance das mãos pode salvar vidas. “Por meio do MG app, as vítimas podem registar ocorrências dos crimes de lesão corporal, ameaça, vias de fato e descumprimento de medida protetiva. Além disso, ao fazer o registro, elas também podem solicitar medidas protetivas de urgência”, reforça.

Delegacia Virtual

Para efetivar o boletim, a vítima não precisa comparecer, no primeiro momento, a uma delegacia, uma vez que os contatos serão feitos por canais virtuais informados no próprio registro. “Nesse momento de pandemia, é fundamental oferecer ferramentas virtuais para que as denúncias sejam feitas sem que a vítima precise sair de casa”, avalia Carolina. Atualmente, já é possível realizar o registro por meio da Delegacia Virtual.

Para acessar o serviço no MG app, basta clicar na aba “Segurança”. Nesta área, os cidadãos também conseguem, entre outras funcionalidades, registrar ocorrência de perda de documentos e objetos, emitir atestado de antecedentes criminais e localizar delegacias e unidades de atendimento da Polícia Militar.

Facilidade

“A incorporação do registro de ocorrência de violência doméstica no MG app dará mais agilidade e praticidade às vítimas, que não precisarão comparecer à delegacia e terão mais uma ferramenta para denunciar casos. Além disso, a medida agrega mais serviços ao aplicativo, ampliando as opções para melhoria do atendimento à população”, afirma o diretor central de Atendimento Eletrônico da Seplag, Damião Rocha.

A iniciativa faz parte de uma série de ações desenvolvidas pela Seplag, por meio do programa Minas Atende, em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O MG App Cidadão tem mais de 1 milhão de usuários e mais de 70 serviços disponibilizados. Para se registrar no aplicativo, o cidadão efetua cadastro unificado com o Governo Federal (www.gov.br).

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Viih Tube debocha de Juliete ao dar nome inusitado para partes íntimas

Juliette Freire no BBB21; advogada chama partes íntimas femininas com nome masculino.

Samarco pede recuperação judicial

A decisão também foi divulgada pela Vale em um comunicado ao mercado

Sorteio da mega-sena pode pagar R$ 27 milhões neste sábado

Aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet

Choque com tropas deixa 11 manifestantes mortos em Myanmar

Em Taze, manifestantes enfrentaram militares com armas caseiras

Funeral do príncipe Philip deve ocorrer no dia 17

Cerimônia estava planejada; rainha Elizabeth passa por 8 dias de luto