21.4 C
Belo Horizonte
Thursday, 29 / July / 2021
- Publicidade -

Heleno: redes sociais causaram transformação no trabalho da Abin

Mais Notícias

Justiça nega isenção de taxa do Enem para quem não justificou falta

Edital não prevê medo da pandemia como justificativa de ausência

LGBTI celebram avanços em 10 anos de uniões homoafetivas no Brasil

Uniões foram reconhecidas pelo STF em 2011 como entidades familiares

O que deixou o Brasil à beira de uma crise hídrica histórica?

Irregularidade das chuvas ameaça abastecimento de água, impacta safra e encarece conta de energia no Brasil

Trabalho infantil aumenta pela primeira vez em 20 anos

Dados são de relatório da OIT e do Unicef divulgado hoje
- Publicidade -

“O trabalho de inteligência feito pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) teve uma transformação violenta após o advento das redes sociais. Antes, o trabalho de inteligência, que levava, às vezes, uma semana, duas semanas, tem que ser feito, agora, com uma urgência mais imediata”, explicou o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, durante o programa Sem Censura, exibido nesta segunda-feira (19) na TV Brasil. Heleno também tratou de temas como mudança no comando das Forças Armadas, vacinação contra covid-19, a CPI da Pandemia instalada no Senado, a Amazônia e até sobre a vida e a vocação para o serviço militar.

Sobre a mudança na Abin, ele disse que, agora, tudo é urgente. “Isso é uma mudança de mentalidade, que tem que ser implantada no sistema brasileiro de inteligência, cuja cabeça é a Abin. A Abin, tem lutado ardentemente para se adaptar a esse novo consenso da inteligência. Muito mais rápido. Antigamente nós tínhamos um conceito de transformar o informe em informação, a gente recebia o que a gente chamava de informe e trabalhava ardentemente para confirmar o informe e chegar à conclusão de que não, não é informe, é informação. E não é assim que funciona hoje. Hoje o informe chega e tem que usar, não interessa se é informação. Use e toque para frente para poder ter validade”, explicou o ministro.

Heleno ainda esclareceu que o trabalho da Abin não é divulgado, uma consequência natural de serviços de inteligência. Ele citou como exemplo que ninguém sabe o trabalho realizado por agências como o Federal Bureau of Intelligence (dos EUA), o Serviço de Inteligência de Israel, e o Serviço de Inteligência Russo. “Esses trabalhos não são colocados para discussão do público.”

A Abin é apenas um das atribuições do GSI. Heleno explicou durante o programa que o ministério é responsável pelo programa de proteção às fronteiras, pela política de proteção cibernética e pelo programa nuclear brasileiro. “ E temos uma missão de cuidar do presidente da República, do vice-presidente e de seus familiares. Por trás dessa segurança, aí entra principalmente o papel da Abin”, disse.

Comandantes das Forças Armadas

General do Exército, Heleno foi perguntado pelos jornalistas que participaram do programa sobre a mudança realizada no comando do Exército, da Marinha e das Forças Armadas pelo presidente Bolsonaro. 

“Considero página virada, porque é uma atribuição do presidente da República. Ele não precisa justificar o ato dele. É uma mudança que é comum, não houve nenhuma mudança no posicionamento de qualquer dos comandantes”, disse.

Vacinação e pandemia

Um tema sobre o qual Heleno respondeu a mais de uma pergunta foi sobre vacinação. O general já tomou as duas doses da vacina contra a covid-19 e disse que quanto mais pessoas se vacinarem, maior vai ser a proteção.

Mais especificamente sobre a vacina contra a covid-19, Heleno disse que considera como injusta e inadequada a forma como parte da imprensa tem tratado o governo e o trabalho realizado para conseguir imunizantes. 

“O Brasil hoje é o quinto país do mundo em número de vacinados, atrás apenas daqueles que são fabricantes. Vacina não vende na padaria, não vende no supermercado, não está à disposição, não está aí para você comprar onde quiser, escolher onde vai comprar. A vacina é difícil de ser comprada. E nós temos promessa de vacina de em torno de 500 milhões de doses. Então estamos em uma situação privilegiada em termos da situação de disponibilidade da vacina no mundo”, disse Heleno.

“Demoramos a comprar como alguns nos acusam, só que as condições de compras dessas vacinas às vezes não são interessantes, porque as condições do contrato tornam a compra arriscada para o país que resolve bancar. Temos ainda que aguardar o posicionamento da Anvisa em relação às vacinas. Então eu acho que há uma séria injustiça. Nós ainda não somos fabricantes de vacinas, provavelmente em curto prazo, seremos”.

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

O futuro da Indústria é o Lean 4.0

Essa metodologia, que nasceu no chão de fábrica automotivo, é hoje reconhecidamente uma das melhores práticas de gestão industrial, e seu sucesso fez com que se expandisse também para outros segmentos

Caminhões autônomos movimentam peso de 35 mil ‘Maracanãs’ em mina de Minas Gerais

No local, veículos da Vale transportam minério de ferro sem operador na cabine desde 2016. Segundo a empresa, tecnologia diminuiu emissões de carbono e aumentou produtividade.

Mamografias logo após vacina contra covid-19 não é recomendada

Recomendação é que se espere de duas a quatro semanas

Exercício físico com supervisão é benéfico na pandemia

Saúde mental e física melhoram mais quando prática é supervisionada
- Publicidade -

Mundo Go!

Como escolher a cadeira ideal para o home office e evitar dores

É muito importante saber como escolher a melhor cadeira para o home office, pois ela vai influenciar diretamente no seu conforto e na sua produtividade.

Segundo estudo, 38% das mulheres já foram infiéis durante os relacionamentos

Dizem que todo homem é infiel! Segundo a crença, a infidelidade seria de posse quase que única e exclusiva dos homens. Mas, sabe-se, que já não é bem assim.

5 sites gratuitos para conseguir cupons de descontos válidos

Enquanto os cupons de desconto se multiplicaram no Brasil, encontrar as melhores promoções na internet nem sempre é uma tarefa fácil, afinal, você precisaria desprender muito do seu tempo para visitar todas as lojas virtuais possíveis para, então, comprar qual é o melhor preço de determinado produto.
- Publicidade -
- Publicidade -