17 C
Belo Horizonte
Monday, 10 / May / 2021
- Publicidade -

Sob protestos, Câmara aprova urgência para privatização dos Correios

Mais Notícias

Custo da cesta básica aumenta em 15 capitais em abril

Florianópolis lidera ranking no custo de kit básico de alimentação

Fiocruz alcança 30 milhões de doses de vacinas entregues ao PNI

Fundação é responsável pela fabricação do imunizante Covishield

Prouni divulga aprovados em vagas remanescentes do primeiro semestre

Selecionados têm até o dia 13 de maio para confirmar informações

Covid-19: OMS aprova vacina Sinopharm no consórcio Covax Facility

Sinopharm é o primeiro imunizante chinês a ser aprovado

A Câmara dos Deputados aprovou, sob intensos protestos, a tramitação de urgência do Projeto de Lei (PL) 591/2021, que abre caminho para a privatização dos Correios.

De autoria do governo Bolsonaro, o pedido foi avaliado nesta terça (20) pelos parlamentares e recebeu 280 votos favoráveis e 165 contrários à medida.

Com a decisão, a proposta agora pode ser votada diretamente no plenário, sem necessidade de apreciação pelas comissões legislativas. Ainda não há data para a análise do mérito do texto.

Do ponto de vista do conteúdo, o PL libera o Poder Executivo para converter a estatal, que hoje está 100% nas mãos do poder público, em uma sociedade de economia mista.

O projeto foi apresentado pessoalmente pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao Congresso em fevereiro deste ano e conta com ampla rejeição de setores populares.

Na sessão desta terça, votaram pela urgência as siglas PSL, PL, PP, PSD, PSDB, Republicanos, DEM, Pros, PSC, PTB, Podemos, Novo, Cidadania. Os partidos PV e Solidariedade liberarem as bancadas para voto livre, enquanto PT, MDB, PSB, PDT, PSOL, PCdoB e Rede foram contrários à medida.

Edição: Leandro Melito

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Custo da cesta básica aumenta em 15 capitais em abril

Florianópolis lidera ranking no custo de kit básico de alimentação

Fiocruz alcança 30 milhões de doses de vacinas entregues ao PNI

Fundação é responsável pela fabricação do imunizante Covishield

Prouni divulga aprovados em vagas remanescentes do primeiro semestre

Selecionados têm até o dia 13 de maio para confirmar informações

Covid-19: OMS aprova vacina Sinopharm no consórcio Covax Facility

Sinopharm é o primeiro imunizante chinês a ser aprovado

Covid-19: Brasil tem 419,1 mil mortes e 15,08 milhões de casos

Número de pessoas recuperadas da doença passa de 13,6 milhões