14.4 C
Belo Horizonte
Thursday, 21 / October / 2021
- Publicidade -

Secretário de Saúde faz apelo para que mineiros tomem a vacina contra a gripe

Mais Notícias

Aryzta investirá R$ 400 milhões em Minas Gerais

Fábrica de pães vai gerar 1,3 mil empregos em Pouso Alegre, no Sul do estado

Governo de Minas divulga novo prazo para exigência do CRLV

Certificado de 2019 passa a ter validade até 31 de dezembro deste ano

Secretaria Educação divulga lista de escolas aptas para ensino presencial

Mais 79 unidades retomam atividades com os alunos nesta segunda-feira (28/6)

Minas Gerais tem 45.924 mil óbitos pelo novo coronavírus

Minas Gerais registra 209 óbitos nas últimas 24h
- Publicidade -
Elisa Lara
Elisa Larahttp://www.expressominas.com
Comunicadora, redatora, muito teimosa, amante das mídias digitais, viciada em trabalho, maratonista em serviços de streaming e jogadora. Ahaaaa Esqueci, vou ser a doida dos gatos!

O secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, faz um apelo para que os mineiros que foram chamados a se vacinar procurem o posto de saúde para se imunizar contra a gripe. 

“É importante que a população entenda que a gripe também é uma doença que pode matar. Ela tem uma letalidade menor, mas pode ter gravidade e levar à morte. Então, a população tem que ir aos postos de saúde e tomar a vacina”, ressalta.

Até esta segunda-feira (31/5), apenas 28,6% do total de 8.433.958 mineiros do grupo prioritário haviam sido imunizados contra a gripe, conforme dados do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), do Ministério da Saúde. O objetivo da operação, que começou em 12/4, é vacinar pelo menos 90% do público-alvo até o fim da campanha, em 9/7.

Público alvo

A campanha de vacinação contra a gripe vai até o dia 9 de julho. A primeira etapa, que terminou no início de maio, buscou imunizar gestantes, puérperas (mães que deram à luz recentemente), trabalhadores da Saúde, crianças entre 6 meses e 6 anos, e povos indígenas. Agora, é a vez de professores e idosos (acima de 60 anos). 

Na terceira fase, a partir de 9/6, somam-se ao público prioritário pessoas com comorbidades, indivíduos com deficiência permanente, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e socioeducativo, adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, membros das Forças de Segurança e Salvamento, integrantes das Forças Armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte e de portos.

Embora a campanha seja dividida em etapas, as unidades de Saúde seguem vacinando quem está incluído no grupo prioritário da primeira fase e ainda não se imunizou.

Reforço

Para aumentar a adesão da população, o Governo de Minas Gerais está intensificando o acompanhamento da 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza com as Unidades Regionais de Saúde (URSs) do estado. A medida busca evitar novas hospitalizações e garantir que o sistema de Saúde não fique ainda mais sobrecarregado neste cenário de pandemia de covid-19. 

A coordenadora estadual do Programa de Imunizações da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Josianne Gusmão, também reforça a importância da proteção. “A vacina contra a influenza tem o objetivo de reduzir complicações, hospitalizações e óbitos, especialmente nesse momento de pandemia, em que já temos internações por covid-19. Ela não é para evitar o resfriado em si, mas suas formas mais graves”, afirma.

Com reuniões três vezes por semana e orientações para as equipes de saúde foi possível aumentar a adesão à campanha, mas ainda é preciso avançar mais na imunização.

“Conseguimos reforçar o acompanhamento, sinalizando a importância do alcance da meta, e é nítida a diferença entre uma etapa e outra. No início de maio, tínhamos apenas 9% do público-alvo vacinado. Agora, ultrapassamos 28%”, explica Josianne Gusmão. 

Covid-19

A vacinação contra a influenza é feita no mesmo momento em que os mineiros também buscam se imunizar contra o coronavírus. A coordenadora de imunizações da SES-MG lembra que é preciso dar um intervalo de 14 dias entre a aplicação das doses de cada uma das vacinas. 

“A covid-19 e a gripe têm sintomas muito semelhantes, como febre, dor no corpo, dor de cabeça e coriza. Se uma pessoa apresenta esse quadro, o ideal é que ela busque a unidade de saúde para ser avaliada por um profissional, que vai traçar o acompanhamento clínico”, alerta Josianne. 

Detalhamento

Confira quantas doses já foram aplicadas em Minas Gerais, por público prioritário, e a porcentagem de imunizados com relação ao total de cada um dos grupos: 

1ª FASE (12/4 a 10/5)

Crianças – 899.793 (62,2%)

Gestantes – 98.779 (51,3%)

Trabalhadores de saúde – 265.182 (43,8%)

Puérperas – 19.646 (62%)

Povos indígenas – 10.325 (75,3%)

2ª FASE (11/5 a 8/6)

Idosos – 1.008.642 (29,3%)

Professores – 107.133 (39,8%)

3ª FASE (9/6 a 9/7)

Pessoas com comorbidades

Pessoas com deficiência permanente 

População privada de liberdade 

Adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas 

Funcionários do sistema de privação de liberdade 

Forças de segurança e salvamento

Forças armadas (membros ativos) 

Caminhoneiros 

Trabalhadores de transporte 

Trabalhadores portuários 

Fonte: Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), do Ministério da Saúde

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Brasil brilhou no skate na noite do décimo quarto dia de Olimpíada

Amanhã, país tem estreias nos saltos ornamentais e ginástica rítmica

Secretário Bruno Bianco é indicado para a AGU

Anúncio foi feito pelo presidente em redes sociais

Preço da cesta básica sobe em 15 capitais do país

Maiores altas foram em Fortaleza (3,92%) e Campo Grande (3,89%)

Poupança tem captação líquida de R$ 6,37 bilhões em julho

Depósitos superam retiradas pelo quarto mês seguido
- Publicidade -

Mundo Go!

Como escolher a cadeira ideal para o home office e evitar dores

É muito importante saber como escolher a melhor cadeira para o home office, pois ela vai influenciar diretamente no seu conforto e na sua produtividade.

Segundo estudo, 38% das mulheres já foram infiéis durante os relacionamentos

Dizem que todo homem é infiel! Segundo a crença, a infidelidade seria de posse quase que única e exclusiva dos homens. Mas, sabe-se, que já não é bem assim.

Confira as propriedades e benefícios da cenoura

A cenoura é um vegetal com qualidades benéficas tanto para a saúde como para a estética. Ela é utilizada há muitos anos como remédio e também como bálsamo de beleza. Vamos ver algumas das propriedades mais interessantes desse vegetal e os benefícios que oferece ao organismo.
- Publicidade -
- Publicidade -