15.8 C
Belo Horizonte
Thursday, 29 / July / 2021
- Publicidade -

Bolsa de valores tem maior queda desde março

Mais Notícias

Atividade industrial cai em maio, mas está acima de antes da pandemia

Apesar de queda na produção, emprego subiu pelo 10º mês seguido

Petrobras aumenta preço da gasolina, diesel e gás nas refinarias nesta terça

Petrobras afirma que preço segue patamar internacional de preços

Trabalhadores nascidos em abril podem sacar auxílio emergencial

Recursos também podem ser transferidos para uma conta-corrente

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio acumulado de R$ 20 milhões

A aposta simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50
- Publicidade -

Em um dia de volatilidade no mercado financeiro, a bolsa de valores teve a maior queda desde meados de março. O dólar começou o dia em forte alta, mas arrefeceu durante a tarde até fechar com pequena valorização.

O índice Ibovespa, da B3, encerrou esta terça-feira (4) aos 117.712 pontos, com recuo de 1,26%. O indicador operou em baixa durante quase toda a sessão, mas intensificou a queda ao longo da tarde, influenciado por ações de bancos e pelos mercados externos. Esta foi a maior baixa do Ibovespa para um dia desde 23 de março.

O dólar comercial fechou a sessão vendido a R$ 5,431, com alta de R$ 0,012 (+0,22%). Na máxima do dia, por volta das 9h20, a cotação chegou a R$ 5,48, mas a entrada de fluxos externos durante a tarde amenizou as pressões sobre o câmbio.

Nesta terça, os mercados internacionais tiveram um dia de tensão, após a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, ter feito comentários sobre o desempenho da maior economia do planeta, que está se recuperando em ritmo melhor que o esperado. A declaração elevou o desempenho dos títulos do Tesouro norte-americano, pressionando a cotação do dólar em países emergentes, como o Brasil.

A pressão sobre o câmbio só não foi maior por causa da entrada de divisas decorrente da valorização das commodities (bens primários com cotação internacional). Os preços mais altos impulsionam as exportações, aumentando o ingresso de dólares no país.

O mercado também aguarda a reunião de amanhã (5) do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central. As instituições financeiras projetam que a taxa Selic (juros básicos da economia) subirá para 3,5% ao ano.

*Com informações da Reuters

Edição: Nádia Franco

- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

O futuro da Indústria é o Lean 4.0

Essa metodologia, que nasceu no chão de fábrica automotivo, é hoje reconhecidamente uma das melhores práticas de gestão industrial, e seu sucesso fez com que se expandisse também para outros segmentos

Caminhões autônomos movimentam peso de 35 mil ‘Maracanãs’ em mina de Minas Gerais

No local, veículos da Vale transportam minério de ferro sem operador na cabine desde 2016. Segundo a empresa, tecnologia diminuiu emissões de carbono e aumentou produtividade.

Mamografias logo após vacina contra covid-19 não é recomendada

Recomendação é que se espere de duas a quatro semanas

Exercício físico com supervisão é benéfico na pandemia

Saúde mental e física melhoram mais quando prática é supervisionada
- Publicidade -

Mundo Go!

Gatos e bolas de pêlo: Quando se Preocupar?

Sabemos o quanto os gatos são caprichosos com a limpeza do corpo, eles podem passar até 50% do tempo acordado se lambendo e muitos pêlos são engolidos nesse processo.

Veja 8 dicas para preservar a segurança da mulher

A violência urbana pode acontecer a qualquer momento, seja na rua, no transporte coletivo, em locais públicos e até na sua própria residência. Com isso, a população se sente insegura e com medo de sair de casa.

Segundo estudo, 38% das mulheres já foram infiéis durante os relacionamentos

Dizem que todo homem é infiel! Segundo a crença, a infidelidade seria de posse quase que única e exclusiva dos homens. Mas, sabe-se, que já não é bem assim.
- Publicidade -
- Publicidade -