15.5 C
Belo Horizonte
Friday, 25 / June / 2021
- Publicidade -

Brasil pega Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa

Mais Notícias

Tóquio 2020 proíbe álcool, comemorações e pedidos de autógrafos

Regras valem dentro e fora dos estádios para diminuir interação

Brasil vira no último quarto e vence Polônia pela 2ª vez

Foi o teste derradeiro antes da estreia no Pré-Olímpico na terça (29)

Confirmado: 41 casos de covid-19 na estréia da Copa América

Números se referem ao dia da estreia da competição

Seleção brasileira chega ao Rio para jogo contra Peru

Reservas treinam em Brasília antes da viagem

Na noite desta terça-feira (8), a partir das 21h30, no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, a seleção brasileira enfrenta o Paraguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 no Catar. Com cinco jogos realizados até o momento, a equipe nacional lidera o torneio com 15 pontos.

Mas nem mesmo a boa fase vivida dentro de campo traz tranquilidade para o técnico Tite e os jogadores. Na verdade, o ambiente é bastante turbulento. Antes da viagem para a capital paraguaia, ainda em Porto Alegre, na segunda-feira (7), o comandante verde e amarelo teve que responder diversas perguntas sobre a queda do presidente da CBF, Rogério Caboclo, ocorrida no domingo (6), envolvido em denúncias de abuso à uma funcionária da Confederação, e sobre a Copa do América, prevista para começar no próximo final de semana no Brasil.

“Tem sido bastante difícil. É um movimento social. Nós temos compreensão disso. As pessoas acham que nós devemos ter opinião sobre tudo. Enquanto, na verdade, nós devemos ter opinião sobre o futebol. Nós devemos ter o nosso lugar de fala sobre aquilo que nós diz respeito, o futebol. Isso a gente faz com muito amor. É claro que não é fácil manter o foco. Só que esse grupo todo vem tendo uma inteligência emocional muito grande para filtrar tudo que vem ocorrendo e focar apenas no jogo. Isso já ocorreu na partida do Equador e tem que ocorrer novamente nesta terça-feira contra o Paraguai”, comentou o técnico Tite em coletiva.

Em relação à partida, o retrospecto recente do Brasil, jogando como visitante contra o Paraguai, não é bom. A equipe nacional não vence no país vizinho desde 1985. Na ocasião, o placar foi 2 a 0, com gols de Casagrande e Zico. “Tem um grau de dificuldade muito grande, sim. Sabemos da qualidade da equipe adversária. E jogando dentro de casa eles se tornam ainda mais fortes. O desafio é grande”.

Na conversa com os jornalistas, o treinador não quis revelar oficialmente o time que vai a campo nesta noite. Uma provável escalação da seleção brasileira tem Alisson, Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Douglas Luiz e Éverton Ribeiro; Richarlison, Gabriel Barbosa e Neymar.

Diversos homens estão conseguindo reverter a disfunção erétil definitivamente

Quanto mais tempo você adia essa decisão, mais difícil fica uma resolução para sua disfunção. Pois, quanto mais o tempo passa, menos estímulos e menos sangue seu organismo consegue mandar para seu pênis.
- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas Notícias

Aprovação da reforma tributária é urgente e garante simplificação do sistema de arrecadação de impostos

Para o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), “a reforma tributária é fundamental”, mas “não deve gerar aumento de carga aos contribuintes brasileiros.”

Portaria restringe entrada de estrangeiros no país

De caráter temporário, medida está no Diário Oficial da União

Minas Gerais tem 45.245 mil óbitos pelo novo coronavírus

Minas Gerais registra 209 óbitos nas últimas 24h

Especialistas respondem porque é essencial tomar a segunda dose da vacina

Dúvida ainda é frequente entre brasileiros, que também questionam quais pessoas com comorbidades que podem vacinar contra a Covid-19

Brasil recebe novo lote com 300 mil doses da vacina da Janssen

Nesta sexta-feira chegarão mais 3 milhões de doses do imunizante
- Publicidade -
- Publicidade -