21.5 C
Belo Horizonte
Tuesday, 22 / June / 2021
- Publicidade -

China diz que OMS aprovou uso emergencial de vacina contra coronavírus

Mais Notícias

OMS alerta que vacinas estão escassas nos países mais pobres

Covax entregou 90 milhões de doses a 131 países

Merkel pede responsabilidade à Uefa nos jogos da Eurocopa em Londres

Semifinais e final serão no estádio de Wembley a partir de 6 de julho

Itália não exigirá máscaras ao ar livre a partir de 28 de junho

Casos de covid-19 e hospitalizações estão em queda

Mortes por covid-19 na Colômbia passam de 100 mil

Saúde alerta sobre possível escassez de remédios e oxigênio
Elisa Lara
Elisa Larahttp://www.expressominas.com
Comunicadora, redatora, muito teimosa, amante das mídias digitais, viciada em trabalho, maratonista em serviços de streaming e jogadora. Ahaaaa Esqueci, vou ser a doida dos gatos!

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse à China que apoia e compreende que o país inicie a administração de vacinas contra coronavírus experimentais enquanto os testes clínicos ainda estão em andamento, disse uma autoridade de saúde chinesa nesta sexta-feira (25).

A China fez contato com a OMS no final de junho e lançou seu programa emergencial em julho, de acordo com Zheng Zhongwei, autoridade da Comissão Nacional de Saúde do país.

Centenas de milhares de trabalhadores essenciais e outros grupos limitados de pessoas que se consideram correrem risco alto de infecção receberam a vacina, embora sua eficácia e segurança ainda não tenham sido plenamente estabelecidas, já que os testes clínicos de estágio avançado estão incompletos.

“No final de junho, o Conselho de Estado da China aprovou o plano de um programa de uso emergencial de vacina contra coronavírus”, disse Zheng em uma coletiva de imprensa.

“Após a aprovação, em 29 de junho, fizemos contato com os representantes relevantes do escritório da OMS na China e obtivemos apoio e compreensão da OMS”, disse.

O representante da OMS na China não respondeu de imediato a um pedido de comentário.

A cientista-chefe da agência, Soumya Swaminathan, disse em Genebra neste mês que autoridades reguladoras nacionais podem aprovar o uso de produtos médicos em suas próprias jurisdições na situação atual de emergência, mas descreveu a medida como uma “solução temporária”.

A solução de longo prazo está na conclusão dos testes de estágio avançado, disse a autoridade da OMS.

Por Reuters

Fralda Huggies Supreme Care com SUPER DESCONTO

Inspirada nos seus abraços criamos a nova huggies supreme care: uma única fralda agora para meninos e meninas.

Ouça mais de 2 milhões de músicas no Prime Music | Teste Grátis 30 dias

Seus artistas e canções preferidos. Ouça o melhor de Caetano Veloso, Ludmilla, Gusttavo Lima, Queen, Pabllo Vittar e muitos outros.
- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

O que deixou o Brasil à beira de uma crise hídrica histórica?

Irregularidade das chuvas ameaça abastecimento de água, impacta safra e encarece conta de energia no Brasil

BH amplia vacinação para todas as gestantes e puérperas sem comorbidade

Gestantes de qualquer idade e sem comorbidades são vacinadas em BH

Estado abre nova turma do curso de Liderança para Retomada Econômica para prefeirutas

Capacitação para prefeituras proporciona identificação, criação e entrega de soluções para recuperação financeira pós-covid-19

Minas Gerais tem 44.623 mil óbitos pelo novo coronavírus

Minas Gerais registra 40 óbitos nas últimas 24h

Minas Gerais recebe 26º lotes de vacinas contra covid-19

Imunizantes - 862 mil doses da AstraZeneca - chegam ao estado para reforçar vacinação dos grupos prioritários
- Publicidade -