21.5 C
Belo Horizonte
Tuesday, 22 / June / 2021
- Publicidade -

Bruno Covas se licencia da prefeitura por 30 dias para tratar câncer

Mais Notícias

Ponte Aérea Rio-São Paulo testa reconhecimento facial em passageiros

O Projeto Embarque+Seguro 100% Digital já foi testado em 4 aeroportos

Marinha do Brasil terá quatro novos submarinos até 2022

Embarcações serão usadas na defesa de fronteiras aquáticas brasileiras

Brasil contabiliza 17 milhões de casos de covid-19

Nas últimas 24 horas, foram confirmados 2.378 novos óbitos

Força Nacional começa a atuar hoje em Manaus

Desde sábado, Manaus e outras cidades são alvos de ataques criminosos

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou hoje (2) que vai se licenciar da prefeitura pelo período de 30 dias para poder se dedicar exclusivamente ao tratamento médico contra o câncer. O pedido de licenciamento será encaminhado à Câmara Municipal amanhã (3). Nesse período, o cargo será exercido por seu vice, Ricardo Nunes.

Segundo comunicado da prefeitura no final da tarde de hoje, com o surgimento de novos focos da doença, Covas vai precisar “de dedicação integral ao tratamento e entende que não será compatível com as suas responsabilidades e compromisso com a cidade e os paulistanos”.

Nas redes sociais, o prefeito postou o comunicado da prefeitura sobre o seu licenciamento e agradeceu às pessoas pelo apoio.

Histórico

Em outubro de 2019, Covas foi diagnosticado com adenocarcinoma, um tipo de câncer na região de transição do esôfago para o estômago, além de uma metástase no fígado e uma lesão nos linfonodos. Após o diagnóstico, ele iniciou um tratamento de quatro meses de quimioterapia. Em fevereiro do ano passado, exames demonstraram regressão da lesão esôfago-gástrica e da lesão hepática, mas uma biópsia detectou que o câncer nos linfonodos ainda persistia e os médicos decidiram então iniciar uma nova fase de tratamento, baseado em imunoterapia, uma estratégia que permite ao próprio sistema imune do paciente combater a doença.

Exames feitos pelo prefeito em abril de 2020 demonstraram controle da lesão em linfonodos. Já neste ano, em fevereiro, Covas passou por um novo tratamento quimioterápico após os médicos descobrirem um novo nódulo no fígado. E em meados de abril, exames de controle demonstraram novos pontos da doença no fígado e nos ossos. Com isso, os médicos decidiram dar continuidade ao tratamento com quimioterapia, além de imunoterapia. No dia 27 de abril, ele recebeu alta do hospital, mas seu tratamento contra a doença deverá ser continuado com aplicações de 48 horas a cada duas semanas.

Edição: Kelly Oliveira

Assista o filme Sem Remorso com Michael B. Jordan no Prime Vídeo | 30 Dias Grátis

Estrelado por Michael B. Jordan, o filme de ação Sem Remorso, adaptação do livro homônimo de Tom Clancy, é também a oportunidade do astro criar uma nova franquia de filmes para si, a partir do personagem John Kelly, um fuzileiro naval dos Estados Unidos, que busca por justiça pela morte de sua esposa grávida.

Método ÚNICO e SIMPLES que Eu Uso para CRIAR Negócios de Sucesso na Internet 100% do Zero

Veja agora o método SIMPLES e DEFINITIVO que eu usei para começar meu próprio negócio 100% on-line.
- Publicidade -

Mais Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

O que deixou o Brasil à beira de uma crise hídrica histórica?

Irregularidade das chuvas ameaça abastecimento de água, impacta safra e encarece conta de energia no Brasil

BH amplia vacinação para todas as gestantes e puérperas sem comorbidade

Gestantes de qualquer idade e sem comorbidades são vacinadas em BH

Estado abre nova turma do curso de Liderança para Retomada Econômica para prefeirutas

Capacitação para prefeituras proporciona identificação, criação e entrega de soluções para recuperação financeira pós-covid-19

Minas Gerais tem 44.623 mil óbitos pelo novo coronavírus

Minas Gerais registra 40 óbitos nas últimas 24h

Minas Gerais recebe 26º lotes de vacinas contra covid-19

Imunizantes - 862 mil doses da AstraZeneca - chegam ao estado para reforçar vacinação dos grupos prioritários
- Publicidade -